Polícia refaz rota de ambulância desaparecida com 4 pessoas, mas segue sem pistas

A ambulância que saiu de Aral Moreira às 23h36 desta segunda-feira (05) e ‘desapareceu’ continua sendo mistério para as autoridades policiais. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou ao Dourados News no fim da tarde desta terça-feira (05) que não há pistas do paradeiro do veículo que seguiria para Naviraí com quatro pessoas. 

Conforme mostrado anteriormente, a secretaria de Saúde daquela cidade informou que o veículo Semi-UTI Ducato, placas Mercosul Brasil, QAX-3G22 além do motorista, tinha como tripulantes um médico, uma enfermeira e uma paciente que era transportada em situação de vaga zero, para uma unidade de saúde de Naviraí e desapareceu durante o trajeto de aproximadamente 200 quilômetros. 

Em entrevista ao Dourados News o comandante da PRF Waldir Brasil disse que as equipes prestam apoio à Polícia Civil nesta terça-feira (05).

A rota que o veículo faria entre as cidades sul-mato-grossenses foi refeita por policiais que até o momento não conseguiram pistas. 

“Pressupõe-se que para o trajeto seguiriam de Aral Moreira para Amambai, depois Caarapó e finalmente Naviraí. Foi percorrido esse trajeto, mas até agora não temos informações”, disse o comandante. 

Diante de ‘especulações’ de que o veículo teria caído na ponte do Rio Amambai, policiais fizeram avaliações no local, porém, sem indícios que confirmassem as afirmativas. 

“Perícias realizadas no local não apontam para esse fato”, disse. 

As buscas pelo veículo e as pessoas que estavam a bordo continuam. A PRF informou que o mantém o apoio a polícia civil e as áreas investigadas devem se expandir nas próximas horas. 

ACIDENTE 

Durante ação para buscar informações do caso, na manhã desta terça-feira (05), um funcionário da prefeitura de Aral Moreira que estava acompanhado de uma pessoa saiu em direção a Naviraí em veículo institucional, quando perdeu o controle da direção e capotou.

Os dois ocupantes do carro não se feriram gravemente, segundo a secretária de Saúde do município Adriane Veron. 
 

DOURADOS NEWS