Polícia paraguaia descobre pista clandestina na fronteira com MS

Aeroporto clandestino fica em Alto Paraguai,  nas proximidades de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul.

Os proprietários de uma fazenda identificada como Água Doce, no Distrito de Bahía Negra, Alto Paraguai, nas proximidades de Porto Murtinho no Mato Grosso do Sul, tem até 10 dias para destruir uma pista clandestina que pode estar sendo utilizada para pouso de aeronaves de narcotraficantes.

Nesta semana agentes da Secretaria Nacional Antidrogas estiveram no local e confirmaram que a pista não tem autorização para receber voos. Durante a operação, eles estavam acompanhados pelo promotor Andrés Arriolla, que determinou o embargo da mesma.

De acordo com as autoridades estes locais são usados para operações principalmente com pequenos aviões que partem da Bolívia com cargas de cocaína que tem como destino o Brasil e depois a Europa.

O nome do proprietário não foi divulgado e não havia nenhuma aeronave no local no momento da chegada dos policiais. Segundo a Senad, este ano mais de uma dezena de pistas clandestinas foram interditadas e destruídas no Paraguai e várias toneladas de cocaínas foram apreendidas nestas operações. MIDIAMAX