Polícia mantém buscas por acusado de matar Dirceu Lanzarini

Luiz Fernandez, o “Luiz Paraguaio” desapareceu após o crime e está sendo procurado no Brasil e no Paraguai.

A polícia mantém desde o dia do crime, 24 de abril, as buscas por Luiz Fernandez, o “Luiz Paraguaio”, 54 anos, acusado de matar, com um tiro na cabeça, o ex-prefeito de Amambai e assessor especial no Escritório de Gestão Política de Mato Grosso do Sul, Dirceu Lanzarini.

Luiz Paraguaio desapareceu logo após cometer o crime e desde então a polícia não teve pistas concretas sobre seu paradeiro.

Com a prisão preventiva decretada pela justiça brasileira, Luiz Paraguaio passou a ser procurado em todo o território nacional.

Após reunião com o delegado responsável pelo caso, Dr. Marcos Werneck, o Ministério Público do Paraguai acatou o pedido de apoio da Polícia Civil brasileira e expediu “ordem de captura”, que naquele país equivale ao um mandado de prisão expedido no Brasil e o assassino do ex-prefeito passou a ser procurado também no Paraguai.

Nessa segunda-feira, 9 de março, dentro do trabalho continuado, uma equipe da Polícia Civil, chefiada pelo delegado, Dr. Marcos Werneck, com apoio da Polícia Militar desencadeou uma operação de busca na região de Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai.

Segundo Dr. Marcos Werneck a ação teve por objetivo busca de informações sobre possíveis paradeiros de Luiz Paraguaio.

A polícia evita passar maiores detalhes sobre as diligências para não atrapalhar as investigações e o efetivo trabalho de busca pelo acusado.

O acusado, Luiz Fernandez, o “Luiz Paraguaio”, de 54 anos.

Fonte: A Gazetanews