Pistoleiro que matou 3 em apenas um dia é preso na fronteira do Paraguai

Cristian David, 23 anos, estava com arma que segundo autoridades foi usada para matar dois jovens de 16 anos e um de 21.

A polícia paraguaia prendeu nesta quinta-feira (5) pistoleiro suspeito de envolvimento na morte de três jovens em menos de 24 horas, no dia 12 de outubro, na cidade de Pedro Juan Caballero, separada por uma rua de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul. Identificado como Cristian David Lugo Echagüe, de 23 anos, ele estava com ordem de captura por triplo homicídio doloso.

Foi montada campana para capturar Cristian diante da suspeita de que ele estava circulando pela região, incluindo Ponta Porã.

Duas vítimas, de 16 anos, foram executadas e a terceira chegou a ter o corpo carbonizado e foi amarrada, com sinais de tortura, depois de ser sequestrada.

Segundo o comissário Feliciano Martinez, a perícia balística realizada na arma apreendida na casa de Cristian David coincide com os projetéis achados no lugar onde aconteceram as mortes.

Os assassinados – As vítimas foram identificadas como Kevin Alejo Hidalgo e Luis Miguel Cuevas, que foram mortos na mesma hora, perto do almoço. Os rapazes estavam em uma motocicleta.

Na noite do mesmo dia, foi morto Lucas Daniel Coronel, de 21 anos. Horas antes, havia sido informado o sequestro dele.

O corpo do jovem foi encontrado parcialmente carbonizado, na região de Colonia Portera Ortiz. Estava com as mãos e os pés amarrados no momento da descoberta, além de apresentar ferimentos a bala na altura da cabeça.

O suspeito preso tem, segundo as informações divulgadas, antecedentes criminais por furto em 2016, além de estar com ordem de proibição para sair do Paraguai e também não poder portar armas.

MSNEWS