Paraguai pede expulsão de preso no Brasil, que é procurado como ‘temido sicário’

As autoridades paraguaias já solicitaram ao Brasil a expulsão de Delio Martinez, de 22 anos, que foi preso na sexta-feira (5), em uma casa do município sul-mato-grossense de Coronel Sapucaia, na linha de fronteira entre o Brasil e o Paraguai, junto com outros três homens. Os quatro são suspeitos de envolvimento em crimes de pistolagem na região, incluindo execuções recentes, como a chacina em que quatro pessoas morreram, entre elas a filha do governador do Estado de Amambay.

No país vizinho, Delio é procurado por um feminicídio e um homicídio, além de ser suspeito de outros crimes do tipo.

Do lado de lá da fronteira, segundo a Polícia Nacional do Paraguai, o homem é conhecido por ser um “temido sicário”.

Ainda conforme descrito, ele atua em Capitán Bado, Coronel Sapucaia, cidades separadas por uma rua, além de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã, que têm a mesma situação geográfica.

A prisão

Delio, conhecido como “Martinez”, estava em imóvel da Vila Industrial, na cidade sul-mato-grossense fronteiriça a Capitan Bado, no Paraguai, onde mais três pessoas foram capturadas durante ação do Batalhão de Choque da Polícia Militar na sexta-feira. G1 MS