Para pagar dívida, vendedor aceitou carregar 4 toneladas de maconha

A prisão preventiva dos dois presos na última sexta-feira, dia 10 de setembro, em Campo Grande foi determinada. Ambos estavam numa caminhonete realizando o transporte de quatro toneladas de maconha que havia saído de Ponta Porã, cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai.

Bruno Félix da Silva, de 33 anos, e Everton de Araújo, de 30 anos foram presos em uma ação coordenada entre a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) e a Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

De acordo com o portal Midiamax, Bruno disse em depoimento que foi obrigado a fazer o serviço para pagar uma dívida de um acidente de trânsito, que acabou se envolvendo no bairro Parati, uma semana antes de ser detido com a droga.

Ele contou que o dono do carro em que bateu, conhecido como ‘Alemão’, colocou uma arma na cabeça dele dizendo que tomaria um tiro, caso não fizesse o serviço para pagar o conserto do veículo, um VW/Golf.

Bruno já teria cumprido pena de seis anos pelo mesmo crime. Já Everton relatou que aceitou fazer o transporte porque estava com dívidas e tentava vender a sua motocicleta, quando teria sido abordado por um homem conhecido como ‘Buguinho’ que ofereceu R$ 2.500 para fazer o transporte. Dourados news