Feminicidio abala cidade de Ponta Porã, mulher assassinada é irmã do Comandante da GCMFron.

Pela posição encontrada dos corpos, a criança teria entrado na frente da mãe para defendê-la

B.O

Chega ao conhecimento desta DEPOL atraves da ocorrencia Nº4150/2021/PM/PPA, que por volta das 02h00 do dia 05/12/2021, a G.U policial militar encontrava-se realizando o policiamento ostensivo e preventivo na região do bairro Kmael Saad, quando foi acionado por uma viatura do SAMU, composta pelos agentes Alex Sandro e Alvaro, que relataram que havia uma solicitação de vitimas de disparos com arma de fogo na rua Homenelio Marques n.º 480 no bairro Kamel Saad. Que chegando ao local do fato, foi visualizado a pessoa de Maurilio Arcanjo de 62 anos, suposto autor do fato, caido ao solo da varanda da residência, já agonizando em meio de uma poça de sangue e com uma arma de fogo do tipo revolver cal. 38 ao lado do seu corpo, sendo socorrido pela equipe do SAMU. Que os policiais adentraram o local juntamente com os socorristas ( Para averiguar se alguém precisava de socorro ou auxilio) e constataram mais 2 corpos sem vida em cima de uma cama de casal em um dos quartos do domicilio ( Socorristas constataram), sendo estas de uma mulher de aproximadamente 33 anos de nome Aline e de uma criança do sexo masculino de aproximadamente 7 a 9 anos, identificado apenas como Davi. Que foi flagrado que o quarto estava com varias munições deflagradas em cima da cama, ao lado do corpo do menino, juntamente com um caixa de munições, além de rastros de sangue que seguiam do interior até a varanda da casa, onde o corpo doe Maurilio estava extendido. Que o suposto autor foi encaminhado pela equipe do SAMU ao hospital regional de Ponta Porã para pronto atendimento medico, sendo acionado a pericia tecnica, e o lugar prontamente isolado e preservado. Que em contato com as testemunhas Mauro Valhovera Afonso de 42 anos e a sua esposa, Katia Carolina Benites Torres de 37anos, estes relataram que são vizinhos dos mesmos ( residem no n.º 490) e escutaram varios disparos sendo realizados na propriedade, quando sairam para averiguar, visualizaram a pessoa de Maurilio gemendo de dor caido ao solo no meio de uma poça de sangue na varanda de sua casa, juntamente com a arma de fogo ao lado, onde prontamente acionaram o SAMU. Que as testemunhas relataram que Maurilio era marido de Aline e pai David e que ele costumava brigar muito com Aline. Que apos a chegada do perito Rogerio, foi constado por este que Aline foi vitimada por 5 disparos na região do torax realizadas por arma de fogo; sendo David com 2 disparos no torax com resquicios de queimaduras em sua pele na região das perfurações, sendo constatado ainda que o autor Maurilio, que já possui passagens criminais por porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal dolosa e ameaça (violência doméstica), estava na sala de cirurgia com 2 perfurações no quadrante superior esquerdo, estando com a região epigastria e inframamarea esquerda queimadas, sendo a região da perfuração mais alta com resquicios de maiores queimadura na pele ( numero de antendimeno: 332538). Diante dos fatos, foi lavrado este boletim e encaminhado à primeira delegacia de policia civil, para as devidas providências. Nada Mais.