Em Dourados, pecuarista de Ponta Porã e primo são presos com 400 mil dólares da venda de cocaína

Eles foram pegos pelo DOF com o dinheiro escondido no mesmo compartimento usado para levar a droga ao RS.

Pelo menos 400 mil dólares foram apreendidos na madrugada desta sexta-feira (28) por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em Dourados, a 233 km de Campo Grande. O dinheiro estava com dois homens e seria oriundo da venda de cocaína. Um dos presos afirmou ser pecuarista em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. O outro é primo dele.

Os dois foram presos no perímetro urbano de Dourados por volta de 5h. Ao serem abordados, os homens ficaram agitados e forneceram “respostas desencontradas’, segundo o DOF. Durante vistoria no carro os policiais encontraram o dinheiro em compartimento oculto na lataria.

Com a descoberta dos dólares, os dois homens contaram que o dinheiro era da venda de cocaína levada para o Rio Grande do Sul. Os dólares estavam no mesmo compartimento usado para levar a droga ao estado gaúcho.

De acordo com o DOF, o carro está em nome do pecuarista de Ponta Porã. O outro homem, primo do pecuarista, disse que foi contratado para levar cocaína ao Rio Grande do Sul. Os nomes não foram divulgados e o dinheiro ainda está sendo contado na Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira). CAMPO GRANDE NEWS