Desconhecidos são mortos e “empacotados” na fronteira

Dois homens ainda não identificados foram encontrados mortos na tarde desta segunda-feira (15), em uma estrada vicinal do Assentamento Santa Catarina, próximo as 3 Placas a cerca de 40 quilômetros de Aral Moreira na região de fronteira com o Paraguai.
Policiais civis e militares que estiveram no local disseram que os dois homens estavam enrolados em sacos pretos e que os corpos estavam amarrados “como se fosse um pacote”. O perito observou que as vítimas teriam sido torturadas e que uma delas tinha um saco preto na cabeça.


Como não havia nenhum documento que pudessem identifica-los eles foram encaminhados para a Capela Mortuária de Ponta Porã, onde está funcionando provisoriamente o Instituto Médico Legal (IML) devido a reforma do prédio.