Conhecido proprietário de auto peças de Ponta Porã e preso com maconha.

Casal do Mato Grosso do Sul é detido em Uberaba transportando drogas

Quatro tabletes de maconha, que seriam levados para Nova Serrana, foram apreendidos. Filhos do casal foram entregues para um abrigo.

Por G1


Um casal, do Mato Grosso do Sul, foi detido depois de ser flagrado com barras de maconha e dinheiro, na noite desta quarta-feira (23) em Uberaba. Duas crianças, filhas dos suspeitos, foram levadas para um abrigo da cidade.

Segundo a Polícia Militar (PM), durante o patrulhamento pela região da Avenida Niza Marques Guarita, foi avistado carro com placas de Ponta Porã. Quando o motorista notou a presença da viatura, ficou nervoso e tentou esconder o rosto. Ele foi perseguido e abordado na BR-262, próximo ao Bairro Residencial 200.

Um homem de 54 anos estava no veículo com a esposa, 38 anos, e duas crianças, de 8 e 6 anos. Durante as buscas pessoais e no interior do veículo, os militares encontraram no bolso do homem R$ 4.900. Com o apoio de um cão farejador, foram localizados quatro tabletes de maconha embaixo do banco do passageiro.

Tráfico de drogas

Ainda segundo a PM, o motorista disse que foi procurado em Ponta Porã e receberia de R$ 5 mil a R$ 10 mil para levar a droga até Nova Serrana, no Centro-Oeste de Minas. Informou que, quando chegasse na cidade de destino, receberia uma ligação marcando onde ele deveria entregar a droga.

Ele saiu do MT no sábado (19) e chegou em Uberaba no domingo (20), ficando hospedado em um hotel no Bairro São Benedito com a mulher e os dois filhos. A PM também fez busca pelo quarto do hotel.

Para a polícia, a mulher disse que não sabia da existência da droga no interior do carro e que o marido a convidou para um passeio, já que os dois estão em processo de separação e a viagem serviria para uma conciliação do casal.

O casal foi levado para a delegacia e os pertences e drogas foram apreendidos, assim como o veículo encaminhado para um pátio credenciado. Em consulta sobre a situação do veículo, não foi encontrado nenhuma irregularidade.

Militares disseram que as crianças foram entregues a uma conselheira tutelar que encaminhou os dois meninos para um abrigo da cidade.