“Aqui não, aqui tem criança”, grita homem antes de ser fuzilado na fronteira


Vítima saiu correndo de mercadinho em bairro de Ponta Porã e foi morto na rua

Moradores observam corpo no meio da rua em Ponta Porã (Foto: Direto das Ruas)
Homem ainda não identificado foi executado nesta quinta-feira (19) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. O crime ocorreu no meio da rua, no residencial Jamil Saldanha Derzi.

De acordo com testemunhas, o homem estava em um mercadinho do bairro quando os pistoleiros chegaram. Ele teria gritado para os criminosos “aqui não, tem criança, tem criança” antes de sair correndo. Alcançado na rua, foi atingido pelos tiros.

O Anúncio termina em 4s
Moradores do bairro relatam terem ouvido primeiro quatro tiros de pistola. Em seguida ouviram a rajada de disparos, possivelmente de fuzil. Segundo os vizinhos, o homem morava há pouco tempo no bairro, localizado na região norte da cidade.

Segundo relatos de moradores, o homem estava com o filho pequeno no mercado. Após o pai ser executado, o menino ficou chorando no meio da rua e foi amparado pelas testemunhas. A polícia está no local do crime. – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS