Acusado de duplo feminicídio tem prisão decretada para garantia da ordem pública

Após representação do delegado Patrick Linares da Costa, responsável pelo caso, a justiça estadual determinou, no dia de hoje (11/06/2021) a prisão preventiva do acusado da prática do duplo feminicídio ocorrido em Antônio João na última sexta-feira. Mencionada prisão foi decretada por prazo indeterminado, para garantir a eficácia do procedimento criminal e evitar que a liberdade do investigado coloque testemunhas dos fatos em risco. A representação da polícia civil considerou que o suspeito, após o crime, teria se evadido para evitar sua prisão em flagrante, só se apresentando dias depois, imaginando que estaria impune. Segundo o delegado, apesar da prisão do indivíduo já indiciado pelos feminicídios, as investigações continuam visando a identificação e responsabilização de possíveis partícipes ou de colaboradores com a fuga após os crimes, que geraram grande comoção social e clamor por justiça.