Frontera

BRASILEIRO COM PRISÃO DOMICILIÁRIA TEM RESIDÊNCIA ATACADO POR GRUPO ARMADO NA FRONTEIRA

Grupo armado a bordo de dois veiculos realizam disparos contra residência de brasileiro com prisão domiciliar na cidade de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã.

O fato foi registrado nas primeiras horas da madrugada de domingo (27) por volta das 00:45hs, quando quatro indivíduos com capuz e armados com fuzil, chegaram a bordo de dois veículos em frente a uma residência situada na rua 14 de maio do bairro Guarani em Pedro Juan Caballero, onde realizaram varios disparos de pistola do calibre 9mm e fuzil 7.62 contra a residência, cujo proprietário foi identificado como o brasileiro, Claudio Marcelo Valério Peña (49) que manifestou que o alvo seria o seu filho identificado como, Marcelo Valerio Benitez Peña (23) que se encontrava beneficiado com prisão domiciliar após fugir a bordo de um veiculo blindado da marca Peugeot, cor preta, placa BEK 053 Paraguai de uma abordagem da Polícia Militar de Ponta Porã e se refugiar na segunda comissária de polícia paraguaia em Pedro Juan Caballero, onde acabou preso junto aos brasileiros Jeferson Alves dos Santos (31), Emmanuel Eduardo dos Santos (31) e o paraguaio José Luís Gonzalez (23) no dia 05 de setembro deste ano.

Cabe ressaltar que na época os Policiais Militares da Força Tática dos quais os quatro fugiram desde o território brasileiro e se refugiaram na comissária policial de Pedro Juan Caballero, informaram as autoridades do Paraguai que Emmanuel se encontra com ordem de captura pelo município de Guairá do estado do Paraná, assim como Jeferson que conta com uma ordem de prisão no estado de Santa Catarina, mas a justiça paraguaia decidiu por beneficiar os quatro com prisão domiciliária na cidade de Pedro Juan Caballero, onde na madrugada de domingo a residência de Marcelo Valério Benites Peña, foi atacado a tiros que culminaram na morte de um cão que se encontrava no pátio da residência.

Investigadores da Divisão de Investigações Criminais de Casos Puníveis com apoio da Polícia Técnica realizaram os trabalhos de praxe e recolheram evidências no local, realizaram buscas por imagens de câmeras de segurança que possibilitem identificar os autores do ataque que teria sido motivado por ajuste de contas do crime organizado na região de fronteira. PORANEWS

Relembre o caso http://poranews.com/?p=42896

Más popular

Hasta arriba