Agronegocio

Soja: prêmio e dólar sobem e asseguram melhora nos negócios no Brasil

Apesar de nova queda em Chicago, houve movimentação de 200 mil toneladas do grão no mercado interno e oscilações regionais nas cotações

Apesar da queda dos preços da soja em Chicago – na sétima sessão seguida de perdas –, o mercado brasileiro teve um dia mais movimentado nesta segunda-feira, dia 6. A melhora nos negócios com a soja foi garantida pela elevação do dólar e dos prêmios de exportação.

Levantamento da consultoria Safras & Mercado indica indica que cerca de 200 mil toneladas de soja trocaram de mãos no dia. Os preços oscilaram bastante regionalmente.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos caiu de R$ 72,50 para R$ 70. Na região gaúcha das Missões, a cotação baixou de R$ 71 para R$ 70,50 a saca. No porto de Rio Grande, o preço se manteve em R$ 74,00.

Em Cascavel, no Paraná, o preço subiu de R$ 68,50 para R$ 69,50. No porto de Paranaguá (PR), a saca avançou de R$ 74 para R$ 75.

Em Rondonópolis (MT), a saca recuou de R$ 66 para R$ 65. Em Dourados (MS), a cotação ficou em R$ 65. Em Rio Verde (GO), a saca caiu de R$ 66 para R$ 65.


Comentarios

Más popular

Hasta arriba