Agronegocio

Produtores já comercializaram 40% da produção, Siga MS

Foram divulgadas nesta sexta-feira (17), informações atualizadas da colheita do milho safrinha em Mato Grosso do Sul. Até o momento, 66,3% das lavouras estão concluídas, porém, o destaque do período foram as vendas antecipadas: 40% da produção já foi comercializada pelos agricultores do Estado.

O Sistema de Informações Gráficas do Agronegócio (Siga MS), coordenado pela Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) divulgou ainda que nos últimos dez dias foram colhidos mais de 215 hectares do grão, apesar que se comparado ao mesmo período do ano passado, existe um atraso de 12,9%.

A unidade técnica da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), aponta ainda que a saca de milho é vendida a R$ 30,25 reais no Estado, representando alta de 85,4% em relação a agosto do ano passado.

DESENVOLTURA

A região Norte continua na dianteira e obteve 94% da área colhida, enquanto que o Centro somou 64,8% e o Sul, 56,8%.

No início da colheita, a Aprosoja/MS estimou que a produção total de MS totalizaria 6,9 milhões de toneladas, com redução de 29,31% em relação à safra passada. Já a produtividade deve permanecer em 68 sacas por hectare em uma área total de 1,7 milhões de hectares.

Fonte: Correio do Estado

PUBLICIDADE.
NUEVA EMPRESA DEL GRUPO CAPITANBADO.COM
GLOBAL INVEST PJC.
COMO INSTALAR SUA EMPRESA EM PEDRO JUAN CABALLERO.


Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

APP FM CAPITANBADO.
WWW.FMCAPITANBADO.COM

Oi pessoal to passando pra informar que nosso RADIO FM já tem o seu próprio App FM CAPITANBADO, sua radio para Android e o mais legal ele é GRATIS. E gostaria de pedir para todo os nossos internautas que instalem, comente e avalie o aplicativo para assim ir melhorando o App.- FM Capitán Bado: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.fmcapitanbado

PUBLICIDADE.

ANUNCIE 06 MESES E PAGUE 04.
PRIMEIRO PAGAMENTO AOS 60 DIAS.
Contato por mensagem de Whassap. +595 984 202944
Marketing digital para empreender na crise.

Más popular

Hasta arriba