Agronegocio

Perspectivas negativas para soja no longo prazo

Na visão da T&F Consultoria Agroeconômica, devem ser aproveitados agora os preços 18/19

Na visão da T&F Consultoria Agroeconômica, devem ser aproveitados agora os preços oferecidos pela soja para a próxima temporada de 2018/19, ao redor de R$ 80,00/saca, para o fechamento de contratos antecipados. Isso porque, diz a T&F, esses valores trazem embutidos um lucro ao redor de 43% – que podem não ser conseguidos mais adiante.

“Não queremos ser pessimistas, mas, sim, alertar as pessoas que pagam para conhecer as projeções de cenário dos mercados para a soja. Acreditamos que haja pleno sentido sobre o que pode acontecer com a tendência dos preços da soja para os próximos 12 meses”, justifica o analista Luiz Fernando Pacheco.

Segundo ele, as perspectivas de produção mundial de soja para esta e para a próxima safra são de aumento considerável, como se pode depreender pelo aumento da área plantada nos EUA nesta temporada e pelo muito provável aumento de produção da Argentina, que deve recuperar o seu nível de produção normal.

“Além disso, com preços excelentes, acho que é do consenso de todos que os agricultores brasileiros também deverão aumentar a área plantada na próxima safra, a ser plantada a partir de setembro, mas que começa a ser definida agora. Tudo isto somado nos faz crer que poderá haver um aumento ao redor de 25-30 milhões de toneladas na produção mundial da próxima temporada, sem o aumento correspondente na demanda o que deverá elevar significativamente os estoques mundiais, com a consequente queda nos preços para baixo do nível psicológico de $ 10,00/bushel”, explica.

Outro importante fator nos preços atuais, é muito provável o Dólar se mantenha nos patamares atuais, entre R$ 3,60 a R$ 3,80 até o final deste ano, por conta da solução de uma de suas variáveis mais importantes, que é a indefinição eleitoral e dos rumos da economia brasileira. “A partir de janeiro, porém, com a definição, para o bem ou para o mal, primeiro do nome do futuro presidente do país e depois da definição do nome do novo Ministro da Fazenda e da divulgação de sua plataforma de atuação, (e não ocorrendo nenhuma truculência internacional do Trump & Cia) acreditamos que os níveis do dólar deverá cair para a faixa entre R$ 3,10 a R$ 3,20, contribuindo para reduzir os preços da soja”, conclui.
agrolink

Comentarios

Más popular

Hasta arriba