Agronegocio

IGC reduz produção mundial de soja e aumenta milho

Produção da soja ainda pode chegar a recorde

O Conselho Internacional dos Cereais (IGC) publicou o seu Relatório de Mercado de Grãos para janeiro em que reduziu sua previsão para 2018/2019 relacionada a produção mundial de soja e elevou sua projeção para a safra de milho. O IGC também forneceu outras estimativas atualizadas de oferta e demanda para essas safras no atual ano de comercialização.

Nesse cenário, o conselho estima que a produção mundial de soja para a próxima safra pode chegar a um recorde de 363 milhões de toneladas, um número que é 4 milhões abaixo da projeção de novembro, mas 22 milhões de toneladas a mais do que fora colhido no ciclo anterior. O IGC indicou que a menor previsão da produção mundial de soja reflete a continuidade do clima quente e seco no Brasil, onde a colheita já está em andamento.

Além disso, os estoques mundiais de soja devem fechar em 54 milhões de toneladas, 3 milhões de toneladas acima da projeção de novembro e 10 milhões de toneladas a mais do que a safra passada. O comércio da oleaginosa estava previsto em 152 milhões de toneladas e permaneceu inalterado em relação à previsão de novembro.

Quanto ao milho, o IGC estima que a produção mundial será de 1,076 bilhão de toneladas, 3 milhões acima da projeção de novembro e 29 milhões de toneladas, ou 3%, acima de 1,047 bilhão de toneladas em 2017/2018. O IGC previu também o consumo mundial de milho em 1,109 bilhão de toneladas, queda de 3 milhões de toneladas em comparação com a perspectiva de novembro.

O comércio mundial de milho em 2018/2019 estava previsto em 160 milhões de toneladas, 1 milhão acima da projeção de novembro e 8 milhões de toneladas, ou 5%, acima das 152 milhões de toneladas em 2017/2018.    Fonte: Agrolink


www.inmobiliariacapitanbado.com

www.inmobiliariacapitanbado.com
www.inmobiliariacapitanbado.com
Comentarios

Más popular

Hasta arriba