Agronegocio

CIN reúne empresários para alinhar missão à Expo Paraguai

O CIN (Centro Internacional de Negócios) do IEL reuniu, nesta segunda-feira (02/07), em Campo Grande (MS), os empresários de Mato Grosso do Sul que integram a missão comercial à Expo Paraguai, que será realizada de 9 a 13 de julho, em Assunção, capital Paraguaia, para alinhar a programação, organizada pela Fiesp com apoio da Fiems. A feira é considerada a maior exposição do país vizinho e, na edição 2017, recebeu 604 mil visitantes e contou com 1.600 expositores.

Durante a reunião, a gerente do CIN, Nathália Alves, também reforçou o atendimento técnico personalizado que será oferecido à missão, que participará de uma rodada de negócios exclusiva. “Além dessa rodada de negócios própria desse grupo, a missão terá todo um suporte técnico diferenciado, com serviço de transfer, apoio da Embaixada do Brasil, Rediex, Rede de Promoção de Investimentos e Câmara de Investimentos Brasil Paraguai. Por isso realizamos essa reunião com o objetivo de apresentar todo o diferencial que estamos oferecendo, auxiliando os empresários nas questões culturais e de práticas de negócios”, detalhou.

A gerente do CIN ainda destacou a importância da participação dos empresários sul-mato-grossenses na Expo Paraguai para a aproximação com o país vizinho. “Essa missão está sendo organizada como continuidade à Expo Paraguai-Brasil, que aconteceu ano passado, e o intuito maior o fomento de negócios como o país vizinho. Nossa expectativa é ter cada vez mais empresas exportando ou importando do Paraguai. A ideia também é proporcionar uma troca de experiências com empresários brasileiros que desejam se instalar no país vizinho”, completou.

Empresários

Na avaliação da gerente de marketing da Servsal, Roberta Maia, a Expo Paraguai promete ser uma excelente oportunidade para troca de experiências e novos negócios. “Estou muito ansiosa para participar. Somos uma empresa de nutrição animal e estamos começando a buscar internacionalizar nessa empresa. Acredito que poderemos conhecer possíveis compradores e vendedores para nossa empresa”, afirmou.

O empresário Derli Leopoldo Paim, da Compensado Cascavel, também espera bons negócios a partir do contato com diferentes empresários durante a feira. “Nunca participei de nenhuma missão como essa e estou com as melhores expectativas. Acho que é muito válido termos momentos como esse para trocarmos experiências, ver o que eles fazem de diferente, mas também acredito que é uma oportunidade de firmar novos negócios”, disse.

Para a empresária Mônica Filomena Assis de Souza, da Sigo Homeopatia, o objetivo principal é encontrar um representante para seus produtos no Paraguai. “Queremos divulgar nossos produtos para linha de pecuária e expandir nosso mercado para o país vizinho. Também vamos ver a possibilidade de encontrar compradores para produtos sob encomenda”, explicou.

Já o empresário Moises Barbosa e Souza, da Perfcampo, está mesmo interessado em ver de perto as vantagens de produzir no país vizinho. “Penso que essa feira traz muitas possibilidades para nós empresários, mas meu maior objetivo é conhecer como as empresas produzem por lá mesmo e ver a possibilidade de instalar minha empresa no Paraguai também”, finalizou.

Fonte: Fiems

Comentarios

Más popular

Arriba