Agronegocio

3ª geração de soja transgênica é apresentada no Sul

Tecnologia embarca tolerância ao Dicamba e controle de Spodoptera Cosmioides e Helicoverpa armigera

Foi realizada nessa quarta-feira (16.01) a primeira demonstração de campo da terceira geração de soja geneticamente modificada no Brasil. Trata-se da Intacta 2 Xtend, apresentada na cidade gaúcha de Passo Fundo (pioneira no cultivo da oleaginosa no Brasil), durante um evento denominado “Gigantes da Soja”.

Além da já conhecida tolerância ao glifosato, a soja demonstrada acrescenta uma nova ferramenta para o controle de plantas daninhas: o dicamba, que oferece um amplo controle de plantas daninhas de folhas largas, como a buva, caruru, corda-de-viola e picão-preto. “A Plataforma Intacta 2 Xtend oferecerá ao sojicultor mais opções para que ele possa manejar pragas em sua lavoura”, comentou o líder de lançamento da nova tecnologia para soja da Bayer, Fábio Passos, em entrevista ao Agrolink.

“Somado a isso, e para garantir que a soja com essa tecnologia se adapte às particularidades de clima e solo existentes no Brasil e aumente sua performance, utilizamos novos métodos de melhoramento genético para aumentar o alcance dos testes. No fim do dia, todos esses aspectos objetivam elevar o patamar de produtividade do agricultor”, explica Passos.

Aliada à proteção contra ervas daninhas e quatro espécies de lagartas, a Intacta 2 Xtend vai oferecer a inclusão de controle de mais duas pragas que ‘tiram o sono’ do produtor brasileiro: a Spodoptera Cosmioides e a Helicoverpa armigera – responsável por perdas milionárias nos últimos anos e que vem elevando os custos com aplicação de defensivos.

Com previsão para lançamento no Brasil na safra 2021/2022, a nova soja será demostrada nas principais feiras agrícolas deste ano no Brasil e, a partir de outubro de 2019, será testada pela primeira vez em campos comerciais, com a participação de cerca de 300 produtores de soja selecionados pela Bayer. Fonte: Agrolink

Comentarios

Más popular

Hasta arriba