Tecnologia

Hacker é preso por infectar dois mil computadores em 50 países

A polícia cibernética da Ucrânia prendeu um suposta hacker que teria infectado cerca de dois mil computadores em mais de 50 países, informaram as autoridades nesta sexta-feira (23)

A polícia cibernética, corpo especializado da Polícia Nacional, na Ucrânia, afirmou em comunicado o homem tem 42 anos e foi preso na região de Lviv, no oeste do país, numa investigação de crime informático.

O homem teria criado o vírus DarkComet, que proporcionava acesso remoto aos computadores infectados, permitindo o ‘download’ e ‘upload’ de arquivos, bem como ativar a inicialização, gestão e instalação de programas, tela de captura e ainda interceptar o microfone e câmera de vídeo, integrados ou externos.

Além disso, o vírus permitia a instalação de um sistema para gravar as teclas que eram pressionadas e um conjunto de ferramentas para trabalhar com a rede de Internet, assim como para desligar e reiniciar o computador remotamente.

As autoridades ucranianas abriram um processo criminal contra o homem, por interferência não autorizada em computadores, sistemas automatizados e redes de computadores, bem como por criar e distribuir ‘software’ prejudicial. Com informações da Lusa.

Comentarios

Más popular

Hasta arriba