Tecnologia

Avião hipersônico da Boeing viajará a 6.125 km/h — cinco vezes a velocidade do som

Para fins militares, o avião anunciado pela Boeing será capaz de fazer o trecho Brasil-Japão em apenas três horas. Primeira versão deve estar pronta em 2020

Depois de ficar atrás da concorrente Airbus em número de encomendas de aeronaves, a Boeing revelou o plano de fabricar uma aeronave capaz de viajar a mais de 6.125 quilômetros por hora, cinco vezes maior que a velocidade do som. Uma das maiores aeronaves da empresa, o Boeing 737, é capaz de voar a uma velocidade máxima de 830 quilômetros por hora.

Viajando na velocidade proposta, seria possível voar do Brasil para o Japão em somente três horas, por exemplo. A proposta da aeronave, entretanto, não é de aviação comercial: ela deve ser voltada para fins militares.

Para atingir a velocidade prometida, a aeronave vai contar com dois tipos de propulsão, de acordo com a revista Aviation Week. Inicialmente, ela vai usar uma turbina a jato convencional para acelerar a velocidades equivalentes ao triplo da velocidade do som; essas turbinas são responsáveis por comprimir o ar que as atravessa e, usando combustível, “explodi-lo”. O resultado desse processo é a saída do ar mais quente pela traseira da turbina, fazendo com que ela viaje mais rápido.

Uma vez que uma velocidade desejada é atingida, entretanto, a aeronave deve trocar para um sistema de propulsão diferente, chamado “scramjet”. Aqui, o ar circulará em velocidades acima da do som, o que vai acelerar ainda mais a aeronave.

O sistema mudará de novo na hora do pouso, em que a velocidade deve ser reduzida. É, novamente, um sistema de propulsão diferente que utiliza turbinas para tal.

Ainda segundo a revista, a Boeing já tem um cronograma definido para o desenvolvimento da aeronave — e a expectativa é de que a primeira versão dela, ainda de testes, fique pronta somente em 2020.

Comentarios

Más popular

Hasta arriba