Agronegocio

Sem transgênicos, um terço da humanidade morre de fome, diz especialista

O debate surge a partir da não completa compreensão sobre o que estamos lidand

O especialista Luis Montero, coordenador de Ciências Naturais e Exatas da Academia de Ciências de Cuba, e Doutor em Ciências Químicas afirmou que um terço da humanidade morreria de fome sem o uso de cultivos transgênicos. Além disso, assegura que não existem causas desconhecidas nos transgênicos e hoje podemos prever praticamente qualquer dano que possa ocorrer no futuro.

“O debate surge a partir da não completa compreensão sobre o que estamos lidando. Os seres humanos, desde que surgiram na Terra, estão criando organismos transgênicos. Selecionamos os seres vivos para facilitar a procriação daqueles que melhor se adequam a nós, mas desde o surgimento das técnicas biotecnológicas sabemos o que está sendo feito”, comenta.

Em relação às críticas de outros cientistas e diferentes organizações ambientais, Montero salientou que você pode ter “a melhor intenção do mundo,” mas, se você não fizer “um estudo ecológico do meio ambiente” e não valorizar as possíveis “consequências negativas” pode causar danos. Em qualquer caso, “o dano não é o procedimento científico, mas a irresponsabilidade ” da pessoa que o aplica.

Para reforçar seu argumento, ele apontou que ” entre 90% e 95% das principais culturas do mundo (milho, algodão, soja) são transgênicas e nenhuma catástrofe ecológica ocorreu. Isso de que no futuro saberão que podem fazer os transgénicos, absolutamente não é verdade. Você sabe perfeitamente que pode e não pode ser tóxico. Há muito poucas coisas que você se joga sem saber o que pode acontecer. Hoje, o conhecimento que você tem é suficiente para prever praticamente qualquer dano que possa ocorrer no acúmulo de substâncias estranhas. E [os transgênicos] não produzem substâncias estranhas definitivamente “, conclui. Fonte: Agrolink

Comentarios

Más popular

Hasta arriba