Otros

SAPUCAIA.Assaltantes entraram em agência equipados com máscaras de oxigênio

.

Assaltantes com máscaras e lanternas na cabeça dentro da agência aparentemente após a explosão (Foto: Reprodução)

.

Imagens recuperadas das câmeras de segurança de dentro da agência bancária em Coronel Sapucaia são mais uma evidência da organização da quadrilha que levou pelo menos R$ 100 mil de cofre aberto com bombas e maçarico. O grupo que entrou na unidade do Sicredi da cidade a 400 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai, usava máscaras de oxigênio e lanternas na cabeça.

Também conforme as filmagens é possível afirmar que o bando passou pelo menos 20 minutos dentro do banco – a registros às 3h10 e às 3h32 da madrugada desta sexta-feira (5).

Na parte externa, câmeras de segurança instaladas em lojas e na agência foram destruídas a tiros. O banco fica na Rua José Guiomar, a 150 metros de Capitán Bado, cidade paraguaia vizinha de Coronel Sapucaia.

Outra imagem capturada pelas câmeras de segurança mostra assaltante mascarado (Foto: Reprodução)

Outra imagem capturada pelas câmeras de segurança mostra assaltante mascarado (Foto: Reprodução)

Campo Grande News apurou que pelo menos 20 assaltantes divididos em quatro equipes participaram do assalto. Um grupo ficou na saída para a MS-289, que liga Coronel Sapucaia a Amambai, outra em frente à delegacia de Polícia Civil, uma terceira em frente ao batalhão da PM e quarta foi até o banco.

O bando atirava o tempo todo, em todas as direções, para impedir qualquer reação. A reportagem apurou ainda que só dois PMs e um agente da Polícia Civil estavam de serviço e nada puderam fazer.

O montante de dinheiro em espécie levado também ainda não é oficial e o banco não se pronunciou sobre o assalto. CGNEWS

PUBLICIDADE

Comentarios

Más popular

Hasta arriba