Otros

Quatro são presos com mais de meia tonelada de maconha

Policiais militares rodoviários em patrulhamento ostensivo na MS-289, na tarde de quinta-feira (5), foram informados sobre uma residência em Coronel Sapucaia, onde nas últimas semanas, teria ocorrido um grande fluxo de entrada e saída de carros com placas de outros estados, bem como, de pessoas desconhecidas daquela região, razão pela qual acreditava que a citada residência poderia estar sendo utilizada como um ponto de tráfico de entorpecentes.

Diante das informações a equipe com o apoio do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) deslocou ao endereço e, ao chegarem, visualizaram um homem de 44 anos, natural de Amambai, desembarcando do GM Ônix, placas de Ribeirão Preto (SP),  demonstrando nervosismo exacerbado. 

Enquanto os policiais realizavam vistorias, outro homem de 19 anos, natural de Goiânia (GO), ao visualizar a abordagem policial em frente a residência em que estava, correu para os fundos da casa objeto da informação inicial.

Ao entrar no imóvel, foram encontrados outros dois homens, sendo um de 22 anos de idade natural de Brasília (DF) e outro de 31 anos, natural de Iporã (GO), além do rapaz de 19. 

No local os policiais apreenderam cinco fardos de maconha, que pesaram aproximadamente 111 quilos. Na vistoria ao quintal da residência estava estacionado uma caminhonete com placas de Amambai com compartimento falso, onde foram localizados 438 tabletes de maconha, que pesaram aproximadamente 428 kg.

Ainda no quarto dos fundos do imóvel foram localizados escondidos em meios a um par de pneus e num galão de óleo diesel, outros 80 tabletes de maconha, que juntos pesaram 69 kg. Ao todo foram localizados 608 Kg de maconha.

Ainda na vistoria caminhonete os policiais encontraram um rádio comunicador (PX), marca Yaesu, instalado no painel frontal.
Questionados os autores sobre os entorpecentes se reservaram ao direito de permanecerem calados.

Diante dos fatos autores, drogas, veículos e rádio de comunicação foram conduzidos à Defron, onde foram autuados pela prática dos crimes de tráfico de entorpecentes, associação criminosa e por desenvolverem clandestinamente atividades de telecomunicação.

Más popular

Hasta arriba