Fronteira

Prefeito Rudi Paltzold, de Coronel Sapucaia declara apoio a Azambuja

Integrantes do MDB contrariam
partido e declaram apoio a Azambuja
FOTO. Rocha, líder da sigla no Legislativo, reuniu prefeitos em sua casa
Deputado reeleito Eduardo Rocha (MDB) não vai acompanhar o apoio declarado pelo partido –

Mesmo com apoio declarado ao PDT anunciado pelo MDB após resultado das eleições 2018 do primeiro turno, deputado Eduardo Rocha (MDB) convocou reunião com prefeitos de diversos partidos para pedir apoio ao candidato ao Governo do Estado Reinaldo Azambuja (PSDB) no segundo turno. A reunião ocorreu na casa do parlamentar, na noite de ontem.

Rocha disse que não é dissidente e que fez a reunião porque o partido havia liberado para que integrantes apoiassem quem quisessem. Ele alegou que ficou surpreso em relação a decisão do partido de apoiar o candidato Odilon de Oliveira (PDT).

Para o emedebista a liberação da sigla para declarar apoio ao governador foi decidida antes da aliança com Odilon. “Fui pego de surpresa, fiquei sabendo da visita ao presídio pelo Correio do Estado”, disse Rocha ao se referir a ida do vereador Odilon Júnior, filho do juiz Odilon ao Centro de Triagem para visitar o ex-governador André Puccinelli (MDB). Após a ida de Odilon Júnior ao presídio, MDB declarou apoio ao juiz.

De acordo com correligionário de Rocha, deputado Renato Câmara, o partido liberou que seus integrantes fizessem alianças com outros partidos, mas ele não quis se manifestar, porém, Câmara liberou sua base para apoiar Azambuja. “Vou acompanhar a decisão do partido”, afirmou.

O MDB, dias depois do primeiro turno, declarou apoio ao candidato do PDT Odilon de Oliveira. Ainda de acordo com Câmara, a decisão de apoiar Odilon foi definida pelo presidente interino do partido, senador Waldemir Moka.

“Mas o diretório vai respeitar direções locais e quem fala pelo partido é o Moka”, reforçou Câmara. O deputado disse que Rocha o convidou para participar da reunião, mas ele decidiu não ir. Câmara disse também que a reunião com os prefeitos não quer dizer que eles vão apoiar Azambuja . “Prefeitos foram chamados, se eles vão apoiar ou não dai são outros 500”, disse o parlamentar.

Rocha citou os nomes dos prefeitos que declararam apoio a Azambuja, são eles: Marcos Benedetti de Vicentina, Jeferson Tomazoni, de São Gabriel, Elisângela Martins, de Juti, Rudi Paltzold, de Coronel Sapucaia, Jorge Takahashi, de Batayporã, Valdir Sartor, de Deodápolis e Marcecleide, de Antonio João, todos do MDB.

O prefeito de Alcinópolis, do DEM, e o prefeito de Coxim, Aloísio São José do PSB também estiveram presentes na reunião e declararam apoio a Azambuja.
CORREIO DO ESTADO

Comentarios

Más popular

Hasta arriba