Otros

PF do ES cumpre mandado em MS sobre administração ilegal de criptomoedas

Mandado de busca e apreensão foi cumprido esta manhã em MS, em endereço de um dos clientes da empresa investigada em Vila Velha

Operação da Polícia Federal do Espírito Santo cumpriu um mandado de busca e apreensão em Mato Grosso do Sul, em ação que investiga atividade ilegal de administração de investimentos em criptomoedas, exercida por empresa sediada em Vila Velha.

A operação, denominada, Madoff, teve a participação de 43 policiais e cumpriu cinco mandados de busca e apreensão em Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Acre.

Segundo a assessoria, o dono da empresa investigada busca clientes em outros Estados e, por isso, MS entrou na rota da investigação. O mandado foi cumprido em endereço em Campo Grande.

Além dos mandados de busca, a Justiça Federal determinou a suspensão das atividades da empresa investigada, incluindo a remoção de páginas na internet, e o bloqueio de seus ativos, como contas bancárias, carros e imóveis, tendo o juiz determinado, ainda, o bloqueio das criptomoedas existentes em exchanges.

A Justiça também autorizou a apreensão de criptomoedas em carteiras, físicas ou digitais, que estavam com os investigados durante as buscas, sendo que esse procedimento foi o primeiro desse tipo no Brasil.

Os investigados poderão responder pelos crimes previstos no art. 4º (gestão fraudulenta), no art. 7º, II e IV (negociação de valores mobiliários sem autorização ou registro prévio), art. 16 (fazer funcionar instituição financeira sem autorização legal), todos da Lei 7.492/86, e art. 288 do Código Penal (associação criminosa).

#atualizado às 15h35 para acréscimo de informações CGEWS

Comentarios

Más popular

Hasta arriba