Otros

Pezão diz que Rio não vence crime organizado sem apoio do Exército

Governador insinuou que será preciso prosseguir com a ajuda dos militares em 2019, já em um próximo governo
POR AGÊNCIA BRASIL

BRASIL SOBRE 2019

O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, reconheceu que seu estado não consegue vencer o crime organizado sem contar com as Forças Armadas. Ele insinuou que será preciso prosseguir com a ajuda dos militares em 2019, já em um próximo governo.

Pezão falou nesta quinta-feira (5), após solenidade de assinatura de convocação de 1.373 candidatos aprovados em concurso da Polícia Militar realizado em 2014.

“Acho difícil perder esta parceria. O estado não vence o crime organizado, de brigas de facções e de armamentos pesados, se não contarmos com esta parceria”, disse Pezão, ao lado do secretário estadual de Segurança, general Richard Nunes.

O militar comemorou a convocação de novos aprovados no concurso, que agora farão curso preparatório e deverão estar liberados para as ruas em 2019.

“Resolvemos um dos principais problemas que tínhamos, de recuperação de efetivo. Para nós, isto é prenúncio de um segundo semestre muito bom. Os índices de criminalidade de junho, que serão anunciados na próxima semana, são altamente favoráveis. Houve queda nas principais modalidades criminosas”, disse o general.

A intervenção na segurança do Rio foi estabelecida pelo decreto presidencial 9.288/2018, aprovado pelo Congresso em 21 de fevereiro, com duração até 31 de dezembro deste ano. Com informações da agência Brasil.

Comentarios

Más popular

Hasta arriba