Otros

Idoso de 84 anos diz que matou vizinho de 65 anos após ser chamado de bêbado

No julgamento desta segunda-feira (4) disse que não tinha a intenção de matar o homem

(Marcos Ermínio, Midiamax)

Foi a julgamento nesta segunda-feira (4), em Campo Grande, o idoso de 84 anos Eutásio Benitez pelo assassinato de José Gomes de 65 anos, no dia 25 de janeiro deste ano, no bairro Vila Santa Luzia. O idoso foi morto com uma facada no peito.

Durante seu depoimento, Eutásio disse que não tinha a intenção de matar seu vizinho e que no dia do crime tinha recebido sua aposentadoria saindo para pagar algumas contas, sendo que passu em uma mercearia antes e tomou duas cervejas. Quando chegava a sua casa, em uma vila de residências, a vítima o teria chamado de bêbado momento em que o autor teria falado para ele repetir o que havia dito.

Segundo Eutásio, a vítima sempre o provocava achando que era policial ficava dizendo, “policial de merda” e também sempre mandava com um canivete e quando viu que José estava se levantando pegou uma faca que carregava para cortar unhas e desferiu o golpe nele. Depois disso disse não se lembrar de ver o vizinho caindo no chão. Eutásio chegou a ficar preso por dois meses e agora respondia ao crime em liberdade.

O crime aconteceu no dia 25 de janeiro deste ano. Na época testemunhas contaram que houve uma discussão entre os dois, momento em que o autor, com uma bengala em uma das mãos e a faca em outra, esfaqueou José duas vezes.

Uma das facadas atingiu o coração da vítima. O Corpo de Bombeiros junto com um médico do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), ainda tentaram reanimar a vítima, porém ela morreu.

“Quando ele estava com a faca na mão, eu ainda peguei uma pedra para tentar afastar ele. Foi muito rápido quando o senhor (vítima) que estava sentado na calçada levantou para tirar satisfação, ele levou duas facadas”, disse o morador que preferiu não se identificar.

MIDIAMAX

Más popular

Hasta arriba