Otros

Governo põe em dia salários de trabalhadores do Hospital Regional de Ponta Porã

Governo põe em dia salários de trabalhadores do Hospital Regional de Ponta Porã

Reunião definiu forma de pagamento de salários e prestadores de serviços do Hospital Regional de Ponta Porã 

O governo do Estado e a Secretaria de Estado de Saúde (SES) vão fazer o pagamento dos salários referentes ao mês de fevereiro diretamente na conta dos trabalhadores e prestadores de serviços do Hospital Regional de Ponta Porã. Entre vencimentos, férias, rescisões e prestação de serviços, o montante chega a R$ 1.518.262,16.

A decisão de pagar diretamente aos colaboradores do Hospital foi tomada após o governo do Estado decidir pela rescisão do contrato com a Organização Social (O.S) Instituto Gerir, que vinha administrando o Hospital Regional de Ponta Porã “Dr. José Simone Netto” desde 2016. O Gerir vem enfrentando ações judiciais em outras regiões do país e poderia, caso recebesse os repasses do governo de MS, ter os valores bloqueados judicialmente.

Da reunião que formalizou o acordo com os trabalhadores do Hospital e que aconteceu na quarta-feira (20.03) participaram, além do secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, o procurador do Trabalho Jeferson Pereira, o promotor de Justiça do Ministério Público Estadual Gabriel da Costa Rodrigues, o presidente do SIEMS – Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de MS, Lázaro Santana, o auditor do Estado Eduardo Rodrigues, entre outros técnicos, sindicalistas e auditores.

Rescisão

Um dos efeitos imediatos da rescisão do contrato com o Gerir, foi a suspensão imediata da proposta de greve dos trabalhadores do Hospital Regional de Ponta Porã, que estava marcada para se iniciar na terça-feira (19). Os colaboradores acataram a proposta da SES, de que após essa decisão aconteceria uma negociação para encontrar uma forma de pagamento sem que os recursos passassem pela Organização Social.

Agora, o Governo e a Secretaria de Estado de Saúde irão fazer o chamamento de outra Organização Social para administrar o Regional de Ponta Porã, nos mesmos moldes do Gerir. Dentro de seis meses, será feita uma nova licitação para a definição da futura gestora da unidade hospitalar.

GAMP

Na terça-feira (19) o governo do Estado efetuou o repasse de R$ 716,1 mil para o Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e Saúde Pública (GAMP), que administra o Hospital Regional de Cirurgias da Grande Dourados. Com a medida, os pagamentos foram colocados em dia, sendo que o atraso de 10 dias ocorreu por causa de trâmites internos relacionados a regularização de certidões fiscais da contratada.

Comentarios

Más popular

Hasta arriba