Otros

Estuprado, castrado e que teve o olho arrancado teria sido morto por falar demais sobre vida sexual

Estuprado, castrado e que teve o olho arrancado teria sido morto por falar demais sobre vida sexual

Crime teria sido motivado por vingança
Estuprado, castrado e que teve o olho arrancado teria sido morto por falar demais sobre vida sexual

Ronei de Lima Valeijus de 40 anos teria sido assassinado por falar demais sobre sua vida sexual, e o crime poderia estar ligado a vingança. Esta é uma das linhas de investigação da Polícia Civil de Campo Grande.

O corpo de Ronei foi resgatado de dentro de um poço, na região de uma chácara rural Bom Jardim, na MS-040, no dia5 de julho de 2018. A vítima teve o corpo queimado, foi estuprada, teve o olho arrancado e parte de seus testículos e pênis foram cortados. Ronei foi jogado no poço de cabeça para baixo.

Segundo o delegado da Homicídios, Carlos Delano, pelo modo como Ronei foi morto e deixado no local da desova, indica um crime por vingança. E uma das linhas de investigação seria o motivo de a vítima expor muito a sua vida sexual.

O delegado ainda pede que quem tiver informações sobre Ronei Valeijus entrar em contato pelo telefone 3318-9000. A identidade será preservada.

Os pen drives encontrados nos bolsos de Ronei estavam comprometidos, o que não permitiu que a polícia encontrasse o conteúdo que havia neles dificultando, assim, a investigação.

Desaparecimento

Ronei de Lima Valeijus, 40, desapareceu no dia 18 de junho, em Campo Grande. A irmã de Ronei, contou quando do desaparecimento que o irmão saiu de casa, por volta das 14 horas em seu veículo Volkswagen Saveiro antes der desaparecer.

Ronei foi visto pela última vez na Rua Caratuba no Jardim Noroeste, onde mora. No dia 20 de junho, o carro de Ronei, a Saveiro, foi encontrado na Avenida Guaicurus, região do Jardim Itamaracá. Ronei que é aposentado, disse para familiares que iria sair para vender o som do carro.

Comentarios

Más popular

Hasta arriba