Otros

Estudantes fazem protesto após aluna ser agredida por mãe dentro de escola

Aproximadamente 40 alunos protestam em escola nesta sexta-feira (1º)

(Henrique Arakaki, Midiamax)

Aproximadamente 40 alunos fazem um protesto na Escola Estadual Rui Barbosa, em Campo Grande, na manhã desta sexta-feira (1º) depois de uma aluna ser agredida dentro da instituição de ensino pela mãe de outra estudante, nesta quinta-feira (31).

Os alunos reclamam da falta de posicionamento da escola, da falta de diálogo, e que o episódio desta quinta (31) não teria sido o primeiro sendo que em um outro caso em que uma aluna também foi agredida, a direção da escola não teria se pronunciado e nem tomado nenhuma posição.

Segundo os alunos, a escola que é considerada uma das melhores, ocupando a 5º posição, está abandonada. Os estudantes reclamam que as salas de aula estão sem ventilador, e com o calor que está fazendo muitos estudantes passam mal, além de ter apenas um bebedor para toda a escola.

Ainda segundo os estudantes, não existe diálogo com a direção que não toma providências sobre casos de agressões e assédio dentro da instituição de ensino, sendo que o professor que teria pedido fotos nuas das adolescentes para passar as alunas de ano, só teria sido afastado de suas funções por duas semanas voltando a dar aulas normalmente, após este período.

Eles relatam também que a escola não oferece apoio psicológico aos estudantes, e que mesmo após o suicídio de um dos alunos nenhum estudante teve apoio da instituição de ensino.

Tentamos falar com a direção da escola sobre os relatos feitos pelos estudantes, mas a diretora não se pronunciou.

Más popular

Hasta arriba