Otros

Eclipse total do sol não aparece em MS, mas dá para ver ao vivo com a Nasa

Eclipse total do sol não aparece em MS, mas dá para ver ao vivo com a Nasa

Mato Grosso do Sul ficou de fora de um dos eventos astronômicos mais aguardados dos últimos anos: o eclipse total do sol. Nesta segunda-feira, 21 de agosto, o sol ficará totalmente encoberto pela lua. A totalidade do evento só poderá ser vista dos Estados Unidos. De forma parcial, em vários países do mundo.

No Brasil, também poderá ser observado de forma parcial em vários estados, sendo que em Mato Grosso do Sul, pela localização geográfica, não terá esse privilégio. Por aqui, quem quiser acompanhar o eclipse, poderá vê-lo de forma total, mas pelo site da Nasa –a agência espacial norte americana.

Confira aqui informações sobre o eclipse a assista pela TV Nasa.

De acordo com a Nasa, toda a lua irá cobrir completamente o sol e a atmosfera tênue do sol – a coroa. O fenômeno será visto de forma total em uma faixa dos Estados Unidos (Salem, Oregon para Charleston, Carolina do Sul). Observadores fora deste caminho ainda verão um eclipse solar parcial onde a lua cobre parte do disco do sol.

Este é o segundo e último eclipse registrado em 2017. O primeiro foi em 26 de fevereiro e foi possível observá-lo aqui do Estado.

Eclipse solar

A última vez que a maioria dos americanos experimentou um eclipse solar total foi em 1991. Em 2017, cerca de 500 milhões de pessoas poderão observar o eclipse solar total de 21 de agosto de 2017, em forma parcial ou total: 391 milhões nos EUA, 35 milhões em Canadá e 119 milhões no México (além da América Central e partes da América do Sul e do noroeste da Europa).

De acordo com a Nasa, uma pesquisa rápida do Google no «eclipse 2017», por exemplo, produziu mais de 35 milhões de acessos.

Comentarios

Más popular

Hasta arriba