Otros

Diesel renovável: grupo brasileiro anuncia investimentos de R$ 800 milhões no Paraguai

O Grupo ECB, holding de investimentos do empresário brasileiro Erasmo Carlos Battistella, assinou nesta segunda-feira um memorando de entendimento com o governo do Paraguai para investir mais de US$ 800 milhões em uma unidade de diesel e querosene renovável.

O complexo Omega Green, que terá uma capacidade de produção diária de até 16.500 barris dos dois produtos, utilizará o processo chamado de «hidrogênio azul», obtido por eletrólise da água e uma demanda de carga relevante de eletricidade.

O objetivo da unidade, que a empresa diz que seria capaz de servir mais de um terço do consumo paraguaio de diesel fóssil, é exportar a produção de combustível renovável, obtendo assim mais elevados retornos graças à demanda dos países que têm compromissos de redução as emissões de gases poluentes.

A segunda fase do projeto vai abranger questões de engenharia e acordos de licenciamento para a produção de mercado. Ele também irá procurar parceiros para financiar a construção do complexo, que deve começar entre o final deste ano e início de 2020.

«Teremos fundos de três fontes: uma parte serão financiados, alguns virão de recursos próprios e outros parceiros, principalmente fundos de investimento que estão investindo em combustíveis avançados», disse Battistella à Agência Reuters. «Esperamos que a operação esteja em andamento no primeiro trimestre de 2002».

«A forma mais utilizada para a produção da forma hidrogenada é a base do gás natural. No Paraguai, como há uma grande produção de energia e disponibilidade de água, vai produzir hidrogênio azul, à base de água. A previsão inicial é que teremos o projeto mais verde do mundo, não há nenhum precedente para tal projeto no Hemisfério Sul», destacou.

Como no biodiesel convencional, o diesel e o querosene renováveis utilizam óleos vegetais, tais como gorduras animais e de soja como matérias-primas.

Ônibus movido a energia do hidrogênio, projeto do Laboratório de Hidrogênio da Coppe-RJ

«Nós estimamos que vamos usar cerca de 2 milhões de toneladas de soja, há disponibilidade de matérias-primas e gorduras animais em número muito significativo», afirmou Battistella.

A demanda para o montante unitário equivaleria a cerca de 20% da produção de soja do Paraguai, considerando os dados da safra atual.

O diesel renovável é muito mais versátil do que o biodiesel porque ele pode ser usado em veículos sem ter de ser misturado com diesel fóssil.

Comentarios

Más popular

Hasta arriba