Otros

Base venezuela é atacada na fronteira com o Brasil; atos, discursos e mortes marcam o Dia D de ajuda humanitária

Base venezuela é atacada na fronteira com o Brasil; atos, discursos e mortes marcam o Dia D de ajuda humanitária

Veículos carregados com alimentos e medicamentos foram impedidos de entrar na Venezuela. Pessoas que exigiam a abertura entraram em confronto com forças de segurança.


Venezuelanos atacam posto do Exército da Venezuela na fronteira com o Brasil

Venezuelanos atacam posto do Exército da Venezuela na fronteira com o Brasil

Manifestantes lançaram coquetéis molotov contra base do Exército da Venezuela na fronteira com o Brasil, em Pacaraima (RR), por volta das 18h20 deste sábado (23), e os militares venezuelanos reagiram com bombas de gás lacrimogêneo.

Mais cedo, três pessoas foram mortas e ao menos de 15 ficaram feridas em Santa Elena, cidade venezuelana a 15 km da fronteira com o Brasil.

Conflitos também foram registrados na fronteira da Colômbia com a Venezuela e 285 ficaram feridas e dois caminhões com ajuda humanitária foram incendiados, segundo o governo colombiano.

Eles foram o desfecho de um dia no qual os caminhões com ajuda humanitária foram impedidos de levar alimentos e medicamentos para cidades venezuelanas. O chamado «Dia D», convocado pela oposição para receber de doações de outros países, foi marcado por três mortes.

Resumo dos confrontos sábado (23)

Comentarios

Más popular

Hasta arriba