PF encontra granadas durante operação contra facção criminosa em MS

Agentes da Polícia Federal encontraram 14 granadas na manhã desta quinta-feira (25/6), durante a Operação Exílio, deflagrada em Mato Grosso do Sul para desarticular organização criminosa vinculada a facção criminosa que vem agindo na fronteira com o Paraguai.

De acordo com a assessoria de imprensa da PF, as bombas estavam em meio ao armamento apreendido.

A quadrilha investigada é liderada por indivíduos foragidos do sistema prisional paulista, os quais seriam vinculados ao Primeiro Comando da Capital que vieram se esconder na região.

Eles, segundo a polícia, seriam responsáveis por comandar ações de interesse do PCC em Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, no Paraguai, ocupando imóveis de alto valor agregado e transitando em veículos de luxo, adquiridos com valores oriundos da prática de atividades criminosas.

São cumpridos 10 mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara Federal de Ponta Porã, em endereços localizados no Mato Grosso do Sul e em São Paulo.

Cerca de 110 policiais, incluindo integrantes do Comando de Operações Táticas (COT), da Coordenação de Aviação Operacional (CAOP) e do Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Polícia Federal, participam da ação. O Centro Integrado de Operações de Fronteira auxiliou nas investigações.

A Operação foi denominada “Exílio” em razão da descoberta de que indivíduos foragidos e vinculados ao PCC teriam buscado abrigo na fronteira entre o Brasil e o Paraguai, se passando por empresários mediante uso de documentos falsos e realizando atividades delituosas.Dourados news