Em MS, eclipse solar poderá ser visto de forma parcial a partir das 11h24

Evento deve durar até 13h51 e tempo nublado pode atrapalhar visibilidade

Imagem ilustrativa. (Foto Reprodução/Metrópoles)

Um Eclipse Solar nesta segunda-feira (14). O fenômeno não será visível em todo, porém Mato Grosso do Sul é dos estados contemplados, mas só um pouquinho.

O famoso eclipse onde a nossa estrela maior fica toda encoberta pela Lua, não será ocorrerá de forma completa no estado.

E como se um banho de água fria não é suficiente, agora vem a parte do vento gelado, o tempo nublado pode impedir que o fenômeno incompleto seja visto por aqui.LEIA TAMBÉM:

Tio e sobrinho desaparecidos em córrego são encontrados caminhando na Gunter Hans

Ludmilla esbanja sensualidade em lua de mel nas Ilhas Maldivas

O físico e conselheiro do Clube de Astronomia Carls Sagan da UFMS, Thiago Valério, explica que aqueles que olharem para o céu verão uma espécie de bolacha mordida e lembra que a visualização deve ser feita com equipamentos de proteção.

“O ideal seria aquelas máscaras de solda, até mesmo os óculos escuros são perigosos por conta dos raios ultravioletas”, disse o professor.

Em MS, eclipse solar poderá ser visto de forma parcial a partir das 11h24
Forma que o fenômeno será visualizado em MS. (Foto: Reprodução/Time Anddate)

As pessoas que tentaram olhar sem óculos ou equipamento de proteção serão ainda mais prejudicas. O físico comenta que além de ser algo de alto risco para a saúde dos olhos, a intensidade do sol não deixa com que os olhos enxerguem a parte ‘tampada’.

Aqueles que irão tentar a sorte podem mirar para o Sol entre às 11:24 e 13:51, período em que o fenômeno ocorre, o ápice do fenômeno deverá acontecer às 12:39.SAIBA MAIS:

Financiando o PCC? Polícia frustrou assalto em MS de quadrilha que agia igual ao ataque em SC14h00 – 01/12/2020

Dama do Rasqueado, Delinha é atração da Final do Festival On-Line da Melhor Idade12h08 – 01/12/2020

Mãe é presa junto ao marido após filhas de 11 e 14 anos serem estupradas07h31 – 01/12/2020

Não é a primeira vez

Valério explica que este é o segundo eclipse solar do ano que é possível visualizar no estado. Outro ocorreu no primeiro semestre de 2020.

Ainda ocorreu um eclipse lunar possível de ser visto aqui no estado.

Quanto mais ao Sul melhor

O eclipse de hoje poderá ser visualizado em apenas alguns estados do Brasil, como em Mato Grosso do Sul. De acordo com o professor do departamento de Astronomia da USP (Universidade de São Paulo), Roberto Costa, quanto mais ao sul do país, melhor a visualização.

No Sul do país, o encobrimento ficará entre 40% e 60%. Enquanto, no Distrito Federal será de menos de 10%.

Segundo Roberto, “quanto mais ao sul, melhor” para ver o eclipse em terras brasileiras, sendo que o Rio Grande do Sul terá 60% do disco solar coberto pela Lua, São Paulo pouco menos de 50% e o Rio de Janeiro cerca de 40%.

Já os que residem nas regiões norte e nordestes não poderão visualizar o fenômeno.