Policial

Servente de pedreiro é indiciado pelo assassinato da menina Vitória

Suspeito chegou a dar seis versões sobre o caso
NOTÍCIAS AO MINUTO

JUSTIÇA ARAÇARIGUAMA


O servente de pedreiro Júlio César Lima Ergesse foi indiciado pela morte da menina Vitória Gabrielly, de 12 anos. A Polícia Civil fez o anúncio noite desta quinta-feira (28). Ele vai responder por homicídio doloso.

De acordo com o G1, a polícia chegou a Júlio César por meio de uma denúncia. O suspeito está preso temporariamente desde o dia 15 de junho após dizer que esteve com a menina no dia do desaparecimento.

Notícias ao Minuto
(Reprodução / Facebook)

Em depoimentos, Júlio chegou a dar seis versões sobre o caso. O rapaz teria dito aos policias que foi até Araçariguama na companhia de um casal para cobrar uma dívida de tráfico de drogas. No entanto, ele afirmou que o casal o deixou em uma rua, e seguiu dentro do carro com a menina Vitória.

Ainda não há maiores informações sobre a acusação, e uma coletiva de imprensa foi marcada para a manhã desta sexta-feira (29).

O laudo oficial do Instituto Médico Legal (IML) indica ainda que Vitória teve uma “morte violenta, de asfixia mecânica por estrangulamento e meio cruel” no dia 8 de junho após sair de casa para andar de patins, em Araçariguama, interior de São Paulo.

Comentarios

Más popular

Arriba