Policial

PCC estaria por trás do atentado a Jair Bolsonaro, afirma jornalista

Ancelmo Gois publicou a informação em sua coluna no portal O Globo.

O jornalista Ancelmo Gois publicou, na manhã desta segunda-feira (15), em sua coluna no portal O Globo, que o PCC poderia ser responsável pelo atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

“Fontes da Polícia Federal dizem que o relatório da investigação do atentado contra Bolsonaro faz menção a um eventual envolvimento do, acredite, PCC no crime.”.

Jair Bolsonaro tomou uma facada quando fazia campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais, no dia 6 de setembro deste ano. O candidato do PSL recebeu alta no dia 29 de setembro.

Preso em flagrante após o ataque, Adélio Bispo de Oliveira foi levado inicialmente para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional em Juiz de Fora. Dias depois, foi transferido para um presídio federal em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Em depoimento, manifestou motivações políticas e religiosas para o atentado. A defesa solicitou exame de sanidade para avaliar a situação da saúde mental do acusado.

A Polícia Federal investiga o caso desde o dia do ocorrido. No dia 25, a PF abriu novo procedimento de apuração sobre o caso. Contudo, a corporação não deu detalhes da motivação e natureza do novo processo.
MIDIAMAX

Comentarios

Más popular

Hasta arriba