Policial

Ministro Marco Aurélio determina soltura de acusado de comandar PCC em SC

Moacir Levi Correia, o "Bi da Baixada", ao ser preso, após tiroteio com policiais em SC - 07.mar.2014 - Divulgação/Polícia Civil
Moacir Levi Correia, o «Bi da Baixada», ao ser preso, após tiroteio com policiais em SCImagem: 07.mar.2014 – Divulgação/Polícia Civil

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

23/10/2019 15h35Atualizada em 23/10/2019 15h37

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Ministro concedeu habeas corpus a chefe do PCC alegando demora em análise do caso pelo STJ
  • É o segundo integrante importante do PCC solto pelo ministro desde agosto
  • «Bi da Baixada» ficou preso com Marcola no interior de São Paulo e em Porto Velho
  • Acusado de liderar a expansão do PCC em SC, foi preso quando planejava matar um homem

Moacir Levi Correia, conhecido como «Bi da Baixada», era o homem responsável por liderar a expansão do PCC (Primeiro Comando da Capital) em Santa Catarina, segundo investigações, até 2014, quando foi detido.

Condenado a 29 anos, três meses e 16 dias de prisão por crimes como associação criminosa e duas tentativas de homicídio, ele foi agraciado com habeas corpus concedido pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello em 9 de outubro deste ano e saiu pela porta da frente da prisão no dia 18.

Más popular

Hasta arriba