Policial

Maconheiros declaram apoio à paralisação dos caminhoneiros

No site oficial do Movimento Sem Terra, afirmação em que João Pedro Stedile dá ‘graças a Deus’ à greve é repercutida; na Marcha da Maconha em São Paulo, maconheiros fazem cartaz e se unem ao coro ‘Fora Temer!’

Dois grupos inusitados decidiram apoiar a greve dos caminhoneiros: o Movimento Sem Terra e o coletivo identificado como “JI”, formado por usuários de maconha.

O MST publicou nota na última sexta-feira (25) em seu site oficial repercutindo entrevista de João Pedro Stedile, coordenador da entidade. No texto, ele deu “graças a Deus” à iniciativa dos caminhoneiros. [1]

Segundo o MST, centrais sindicais como CUT e CTB, geralmente associadas à esquerda, também estão apoiando a paralisação geral dos caminhoneiros. [2]

Neste sábado (26), em São Paulo, ocorreu a nova edição da “Marcha da Maconha”, que teve como lema “Quebrar correntes e plantar sementes”. Em fotos divulgadas nas redes sociais, um enorme cartaz do “JI” dizia: “Maconheiros com os caminhoneiros e ‘Fora Temer!’”.
boletimdaliberdade

Maconheiros declaram apoio à paralisação dos caminhoneiros
Comentarios
Arriba