Policial

Corpo da menina Vitória é encontrado no interior de São Paulo

Segundo a polícia, o corpo que estava próximo a um matagal seria da menina. Mais informações serão passadas após coletiva de imprensa.
O corpo da menina Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, 12 anos, que estava desaparecida há mais de uma semana em Araçariguama (SP), foi encontrado na tarde deste sábado (16). A informação é da Polícia Militar da cidade.

Segundo informações da polícia, o corpo foi encontrado próximo a um matagal. Uma mulher disse que sentiu o cheiro enquanto passeava na região com seu cachorro. Ao ver o corpo, a mulher chamou a polícia. Vitória estava embaixo de um monte de lixo.

O pai reconheceu a filha. A mãe da menina ficou sabendo da notícia pelo filho mais velho – que veio da Argentina para apoiar a família durante as buscas.

O corpo da jovem será levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Sorocaba.

O desaparecimento

A menina Vitória saiu na tarde do dia 8 de junho para patinar próximo da casa onde morava, no bairro de Vila Nova, mas não voltou. Segundo a família da menina, Vitória saiu de casa para ir a um ginásio de esportes brincar com uma amiga da escola. No trajeto, no entanto, a outra criança teria desistido de acompanhá-la.

Após andar cerca de 700 metros a pé, Vitória colocou o patins para continuar a caminhada ao ginásio. Imagens de câmera de segurança captaram o momento que a Vitória parou na esquina da escola onde ela estuda que está no caminho do ginásio.

De acordo com testemunhas, quando a menina chegou no ginásio, foi abordada por um homem que estava em um carro preto.

Outras crianças que estavam no local dizem que viram a menina conversando com o suspeito, mas como precisavam entrar para ter uma aula, não viram se a menina entrou no carro.

A polícia chegou a periciar o carro de um suspeito. No entanto, não houve indícios de que Vitória tenha entrado no veículo.

A Justiça de São Paulo decretou, na tarde desta sexta-feira (15), a prisão temporária de um suspeito de participar do possível sequestro. O delegado Acássio Leite, titular da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Sorocaba, informou que as investigações seguiriam em segredo.

R-7

Comentarios

Más popular

Hasta arriba