O mais procurado! Foragido há 21 anos, braço-direito de Marcola e sócio do PCC é preso na África

Gilberto Aparecido dos Santos, de 49 anos, mais conhecido como Fuminho, foi preso pela Polícia Federal nesta segunda-feira (13/04), em Moçambique, na África. Foragido há 21 anos, o criminoso era o mais procurado do Brasil.

A PF disse que o bandido “era considerado o maior fornecedor de cocaína a uma facção com atuação em todo o Brasil, além de ser responsável pelo envio de toneladas da droga para diversos países do mundo”.

Fuminho, que era sócio do PCC, também atuava em vários países da América do Sul. Investigações da Polícia Civil e do MP (Ministério Público) paulista apontam que Fuminho, em liberdade, era o principal braço direito de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola.

Entretanto, Fuminho não é apontado como membro do PCC, ele é apenas sócio da facção nos negócios.

Segundo policiais federais, a escolha de Moçambique pelo criminoso se deu por conta da facilidade da comunicação, pois a língua falada no país africano também é o português.

Foragido desde 1998, Fuminho se abrigou no Paraguai e na Bolívia, mas costumava vir ao Brasil para fazer negócios, segundo investigadores.