Fronteira

Produtor rural tinha depressão e deixou bilhete no dia em que desapareceu

A Polícia Civil vai aguardar o laudo do médico legista, mas trata a morte do produtor Miguel Dorneles Pereira, de 49 anos, como suicídio

Antes de desaparecer na tarde da última sexta-feira (05) em Dourados – cidade a 233 quilômetros de Campo Grande -, o produtor rural Miguel Dorneles Pereira, de 49 anos, teria deixado um bilhete com um pedido de desculpas e dizendo que amava a família. A Polícia Civil vai aguardar o laudo do médico legista, mas trata o caso como suicídio.

Após quatro dias de buscas, mobilizando bombeiros e até helicóptero da Polícia Militar o corpo do produtor rural foi encontrado no início desta tarde (09) perto da ponte do Rio Dourados na BR-163, entre Dourados e Caarapó.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência sobre o caso um cunhado da vítima, relatou que o produtor enfrentava uma depressão há cerca de 10 anos, mas que ele havia piorado nos últimos dias. Miguel Dorneles era casado a 32 anos e deixa três filhos.

Desaparecimento – O produtor rural residia no Bairro Alto das Paineiras, região norte de Dourados e não era visto desde que deixou a sua residência, por volta das 16h30 de sexta-feira (05). Ele estava em uma camionete modelo Hilux branca, que foi encontrada estacionada próxima a ponte sobre o Rio Dourados, na rodovia MS-379 sentido Laguna Carapã.

O par de calçados que Miguel usava também foi encontrado próximo ao local. Conforme a polícia o veículo tinha sistema de rastreamento, mas estava fora de serviço. No fim de semana, os bombeiros usaram barcos, mergulhadores, drones e cães farejadores nas buscas. Até o helicóptero da Polícia Militar foi utilizado para sobrevoar as margens do rio.

Nesta terça-feira (09) após o corpo ser localizado, produtores rurais amigos da vítima trancaram a estrada de acesso ao local onde o corpo foi encontrado, usando caminhonetes, para impedir a aproximação dos repórteres. CGNEWS


Comentarios

Más popular

Hasta arriba