Fronteira

Para emagrecer conte o número de garfadas à refeição, a ciência explica

Contar as calorias ingeridas, contar as calorias perdidas, contar as horas de treino, contar os quilómetros que correu… tudo é válido na hora de perder peso

Perder peso não é uma tarefa fácil, como infelizmente todos sabemos. As 1001 dietas ‘rápidas’ existentes e outras tantas teorias acabam por comprometer, na grande maioria das vezes, o sucesso no processo de emagrecimento.

Contar as calorias ingeridas, contar as calorias perdidas, contar as horas de treino, contar os quilômetros que correu… vale tudo quando o intuito é livrar-se dos quilos a mais. Segundo a ciência, o sucesso depende do número de garfadas. Esta é a ideia defendida por um estudo da Clemson University, que revela que o uso de um dispositivo de contagem de garfadas ajuda a reduzir significativamente a ingestão calórica, independentemente do tamanho do prato.

Para o estudo, um grupo de participantes foi convidado a fazer algumas refeições no laboratório. Numa primeira fase, alguns dos voluntários receberam um dispositivo de contagem de garfadas e escolheram entre um prato grande e um pequeno, tendo acabado por consumir menos calorias independentemente do tamanho do prato.

Numa segunda fase do estudo, os participantes foram desafiados a dar até 12 garfadas ou até 22 garfadas por refeição, o que fez com que a quantidade de comida colocada no talher fosse maior, o que por sua vez resultou na diminuição da ingestão calórica. 

Para os investigadores, o fato de haver um limite de garfadas fez com que as pessoas pensassem que iriam comer menos do que o devido (porque estavam conscientemente a contar a quantidade de vezes que levavam o talher à boca), acabando por reforçar as doses em cada garfada, o que não se verificou na presença do dispositivo de contagem, que não só não interferiu com a quantidade ingerida de cada vez, como fez com que fosse reduzido o porte calórico consumido.

Más popular

Hasta arriba