Fronteira

MERCADOS-Confira os fechamentos de bolsa, câmbio, juro e commodities

SÃO PAULO, 12 Jun (Reuters) – Veja como fecharam nesta
terça-feira mercados financeiros no Brasil, Estados Unidos e
Europa, além das movimentações nas cotações de petróleo, soja e
açúcar.

BOVESPA- Índice avança após cinco quedas com ajuda de Vale,
mas cautela permanece
O Ibovespa fechou no azul nesta terça-feira, quebrando uma
série de cinco pregões em queda, apoiado principalmente na alta
dos papéis da Vale e da B3, mas os receios com o cenário
político-eleitoral e a economia no Brasil mantiveram o clima de
cautela.
O principal índice do mercado acionário doméstico subiu 0,62 por
cento, a 72.754 pontos. Na máxima da sessão, a alta chegou a 1,4
por cento. O giro financeiro somou 9,7 bilhões de reais.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250
CÂMBIO- Dólar cai ante real com mais atuações do BC
Após mais duas atuações de surpresa do Banco Central, o
dólar terminou a terça-feira em queda e no patamar de 3,70
reais, afastando-se da tendência de valorização no exterior em
meio à expectativa sobre o desfecho do encontro de política
monetária do Federal Reserve, banco central norte-americano, no
dia seguinte.
O dólar recuou 0,52 por cento, a 3,7075 reais na venda,
depois de subir 0,54 por cento na véspera.

JURO- DIs fecham com leves oscilações com dólar e Tesouro, à
espera do Fed
As taxas dos contratos futuros de juros fecharam com leves
oscilações nesta terça-feira, de olho na trajetória do dólar
ante o real e em meio à atuação conjunta do Tesouro Nacional e
Banco Central nos mercados, enquanto os investidores aguardavam
a decisão de política monetária do Federal Reserve, banco
central norte-americano, no dia seguinte.

BOLSA EUA- S&P 500 e Nasdaq fecham em alta; investidores
aguardam Fed
Os índices acionários dos Estados Unidos fecharam com
ligeira alta nesta terça-feira, impulsionados por ganhos nas
ações de tecnologia e serviços públicos, embora investidores
estivessem cautelosos antes da decisão de política do Federal
Reserve.
O índice Dow Jones caiu 0,01 por cento, a 25.321 pontos,
enquanto o S&P 500 ganhou 0,17 por cento, a 2.787 pontos.
O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,57 por cento, a
7.704 pontos.

BOLSA EUROPA- Índices recuam pressionados por energia e
mineração
Os mercados acionários europeus recuaram nesta terça-feira,
pressionados pelas ações de commodities, mas os varejistas
limitaram as perdas depois que o Carrefour firmou parceria com o
Google em compras online.
O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,02 por cento, a 1.516
pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu
0,11 por cento, a 388 pontos.

COMMODITIES
PETRÓLEO- Futuros terminam mistos com Opep citando incerteza
do mercado
Os preços do petróleo não tiveram direção comum nesta
terça-feira, com o barril dos Estados Unidos terminando em alta
antes de cair em negociações pós-fechamento, e o Brent
escorregando, com investidores se preparando para a reunião da
Opep na semana que vem.
Os futuros do petróleo Brent recuaram 0,58 dólar, para
75,88 dólares por barril, enquanto os futuros do petróleo dos
EUA (WTI) encerraram com ganhos de 0,26 dólar, a 66,36
dólares o barril.

SOJA , MILHO , TRIGO
Trigo sobe cerca de 4% em Chicago após USDA cortar
estimativa de produção russa
Os contratos futuros do trigo negociados na Bolsa de Chicago
subiram quase 4 por cento, registrando os maiores ganhos em
quase um mês nesta terça-feira, depois que o Departamento de
Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) cortou
suas estimativas para a produção na Rússia, maior exportador
global.
Os futuros do milho saltaram mais de 2 por cento, enquanto a
soja teve leva alta à luz do relatório do USDA, divulgado no
início da tarde desta terça-feira.

AÇÚCAR , CAFÉ
Açúcar bruto e café arábica fecham em leve alta na ICE
Os contratos futuros do açúcar bruto na ICE ficaram firmes
nesta terça-feira, mas reduziram ganhos por pressão da rolagens
de posições do contrato julho, depois de compras seguindo a
tendência de fundos diminuírem.
Os preços do café arábica também fecharam em alta.

(Por Isabel Marchenta
Edição de Tatiana Ramil)
(([email protected]; +5511 5644 7721;))

Comentarios

Más popular

Arriba