Fronteira

Inmet alerta para umidade abaixo de 12% na Capital e onda de calor em MS

Tempo seco e calor aumentam risco de problemas de saúde e de incêndios florestais; calor chega aos 42 ºC até terça-feira

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alerta de “grande perigo” para Campo Grande e outros 21 municípios nas regiões central e norte de Mato Grosso do Sul, em virtude das condições severas de baixa umidade do ar. De acordo com a meteorologia, regiões destes municípios podem registrar umidade relativa do ar inferior a 12% até as 18h deste sábado (7), da mesma forma que já ocorreu na sexta-feira (6).

A meteorologia também prevê que até terça-feira (10), o Estado será alvo de uma onda de calor que elevará as temperaturas em 5 graus Celsius acima da média dos últimos dias –que já foi de calor intenso. A previsão do tempo aponta para temperaturas de até 42 ºC nas regiões central e norte.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), são considerados apropriados para a saúde humana percentuais de umidade do ar superiores a 60%. Quanto mais baixo o índice, maiores as chances de ocorrerem problemas de saúde. Abaixo de 12%, considera-se estado de emergência.

Na sexta-feira, a região enfrentou o mesmo problema. Diante do tempo seco, aponta-se para o risco de se agravarem problemas respiratórios e de pele, além de dores de cabeça e irritação nos olhos. Recomenda-se que não sejam realizadas atividades físicas, tampouco se exponha ao sol nos períodos de calor mais intenso, use-se hidratante e se aumente o consumo de líquidos, exceto os diuréticos como bebidas alcoólicas e café.

tempo seco também aumenta o risco de ocorrerem incêndios florestais.

Em vermelho no mapa, municípios de MS que enfrentarão umidade abaixo de 12%; área laranja corresponde a cidades com umidade abaixo de 20% e onde onda de calor se fará presente até terça-feira. (Imagem: Inmet/Reprodução)

Em vermelho no mapa, municípios de MS que enfrentarão umidade abaixo de 12%; área laranja corresponde a cidades com umidade abaixo de 20% e onde onda de calor se fará presente até terça-feira. (Imagem: Inmet/Reprodução)

A umidade abaixo de 12% pode ser registrada em áreas de Campo Grande e nos municípios de Alcinópolis, Anastácio, Aquidauana, Bandeirantes, Camapuã, Corguinho, Corumbá, Coxim, Dois Irmãos do Buriti, Figueirão, Jaraguari, Maracaju, Nioaque, Pedro Gomes, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Sidrolândia, Sonora, São Gabriel do Oeste e Terenos.

A umidade também segue em grau de perigo nos demais municípios do Estado, posicionando-se entre 20% e 12% até o fim do dia, de acordo com a meteorologia. O Inmet aponta que, nos próximos dias, o céu terá poucas nuvens e temperaturas elevadas –superando os 40 ºC a partir deste domingo (8), com umidade também em níveis críticos e névoa seca.

Entre segunda (9) e terça-feira (10), ventos vindos da sudoeste e oeste podem espalhar chamas em áreas de mata, porém, a aproximação de uma área de baixa pressão pelo sul traz pequena chance de chuva no sul.

Previsão – A meteorologia aponta que o domingo será de névoa seca sobre o Estado. A umidade baixa a 20% nas regiões leste, sul, sudoeste e no Pantanal, e a 15% na Capital e no centro-norte.

As temperaturas chegam a 38 ºC em Campo Grande, na faixa ao longo do Rio Paraná, na região da Grande Dourados e fronteira com o Paraguai; e a 40 ºC nas imediações de Coxim, Sonora, Pedro Gomes, Corumbá e Porto Murtinho.

As condições climáticas devem se manter na segunda-feira, enquanto na terça a máxima pode chegar aos 42 ºC em Mato Grosso do Sul; e 39 ºC em Campo Grande, com a umidade também na faixa dos 15%.

Na quarta-feira (11), as chuvas isoladas podem atingir o extremo sul e sudoeste, mantendo-se a baixa umidade nas demais regiões e o calor ainda na casa dos 42 ºC.

Más popular

Hasta arriba