Fronteira

FRONTEIRA. Vice de Paranhos nega clima de medo na cidade e diz que problema é no Paraguai

O prefeito em exercício do município de Paranhos, Dr. Luciano (DEM), está na Capital para participar de uma agenda pública na sede da Sanesul, e negou que o município, na fronteira com o Paraguai, esteja com clima de medo, após atentados e execuções em plena luz do dia.

“Não tem nada desse sensacionalismo que a imprensa está fazendo. É uma cidade pequena, tranquila, como toda cidade do interior. Por ser de fronteira, tem problemas, mas do lado de lá (Paraguai)”, afirmou Luciano.

Após o atentado contra o prefeito Dirceu Bettoni (PSDB), Luciano assumiu o município esta semana, e deve permanecer à frente da Prefeitura por pelo menos 30 dias.

“O que aconteceu foi um problema pontual. E a polícia está trabalhando para resolver. O prefeito está se recuperando muito bem. Já fez todas as cirurgias e deve ter alta da UTI em 48 horas”, revelou o vice-prefeito de Paranhos, que também é médico no município.

Crimes
Bettoni foi alvo da ação de pistoleiros na noite da última quinta-feira (14), quando chegava em sua residência. No domingo, uma testemunha, que também teria participação na tentativa de assassinato contra o prefeito, foi morta a tiros no meio da rua, logo após deixar a delegacia de Paranhos. MIDIAMAX

SR. EMPRESARIO VENI A INVERTIR EN PEDRO JUAN CABALLERO CON EL APOYO DE LAS NUEVAS AUTORIDADES Y EL APOYO LOGISTICO DE GLOBAL INVEST PJC.
CONTACTOS.+595 983 689899

EMPRESA DEL GRUPO CAPITANBADO.COM

Comentarios

Más popular

Hasta arriba