Fronteira

Equipes de resgate lutam contra o tempo e falta de oxigênio em caverna

Jovens estão presos no local desde o dia 23 de junho
NOTÍCIAS AO MINUTO

MUNDO TAILÂNDIA

“Não podemos continuar à espera de ter condições porque as circunstâncias estão nos pressionando”, disse o comandante dos fuzileiros tailandeses Arpakorn Yookongkaew numa conferência de imprensa nesta sexta-feira (6). “Pensávamos que os rapazes ficariam seguros dentro da caverna por algum tempo, mas as circunstâncias mudaram. Temos um tempo limitado”, acrescentou.

A operação de resgate na gruta de Tham Luang Nang Non, no norte da Tailândia, sofreu a primeira baixa quando um antigo fuzileiro tailandês desmaiou debaixo da água sem que fosse possível reanimá-lo.

Os níveis de oxigênio dentro da caverna estão diminuindo. Trabalhadores estão tentando levar mais oxigênio para as câmaras, além dos cilindro usados pelos mergulhadores, segundo o governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osatanakorn.

Um comandante do Exército, o major-general Chalongchai Chaiyakam, disse que a missão mais urgente é a instalação de uma linha de oxigênio, ligada a uma linha telefônica, que sirva de canal de comunicação com as crianças presas no complexo.

Os rapazes, com idades entre 11 e 16 anos, e o treinador, de 25 anos, foram explorar a caverna depois de um jogo de futebol, no dia 23 de junho, quando uma forte chuva inundou a região e bloqueou a saída.

+ Resgate de equipe presa em caverna pode acontecer ‘hoje ou amanhã’

As autoridades têm bombeado a água da caverna. O objetivo é concluir a operação antes que as tempestades previstas para os próximos dias aumentem os níveis de água novamente.

Neste momento, porém, o mergulho é o único método possível de fuga, apesar dos especialistas avisarem que é extremamente perigoso, mesmo para mergulhadores experientes.

O governador adiantou que os 13 jovens poderão não ser retirados ao mesmo tempo, dependendo da sua condição física. Alguns deles estão fracos.

Comentarios

Más popular

Arriba