Fronteira

Em Paranhos, agricultores familiares acessam linha de crédito do Pronaf pela primeira vez

A implantação do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) é um marco na intervenção do Estado na agricultura brasileira, porque representa a incorporação efetiva dos agricultores familiares às políticas para o meio rural.

Com sensibilidade para este aspecto que a Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) motivou os produtores rurais do assentamento Cabeceira do Rio Iguatemi, no município de Paranhos, para acessarem as linhas de crédito do Pronaf A.

Das 17 famílias agrícolas com interesse no Pronaf, 14 já assinaram e aguardam ansiosas pela liberação do crédito que vai possibilitar custear a pecuária leiteira e a safra das pequenas propriedades. “Estamos muito contentes com a liberação do Pronaf. Para aqueles que querem fica ali, mexer com a terra e viver disso, vale muito a pena. Esse é o nosso primeiro crédito”, explica a produtora Neuza Colacho.

A agricultora conta que o assentamento tem nove anos de criação. Tempo que equivale à espera das famílias para o acesso as políticas públicas. “Faltava a DAP e a CCU, essa última chegou em 2012 e, agora, junto com a Agraer, Incra e Fetraf a gente teve acesso a DAP em junho”, afirma ela.

Só para a propriedade de Neuza será liberado cerca de R$ 26 mil. Dinheiro que será utilizado na construção de um barracão para ordenha de leite e compra de adubo para melhoria dos 10 hectares de pasto. “Os meninos da Agraer, o Emerson e o Antônio, foram muito atenciosos com a gente. Eles explicaram tudo para que nada saísse de errado e as DAPs pudessem ser expedidas. Também tivemos um bom atendimento para a elaboração dos projetos do Pronaf”.

A assinatura do termo aconteceu na agência do Banco do Brasil de Paranhos. Ato que foi comemorado pelo técnico da Agraer, Emerson Costa Machado, que elaborou os projetos. “O programa possui as mais baixas taxas de juros dos financiamentos rurais e serve de incentivo para quem vive da agricultura familiar”, afirma.

Também estiveram presentes na solenidade o coordenador regional da Agraer de Ponta Porã, Antônio Carlos Peixoto, o presidente da Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Fetraf), Paulo César Farias, o gerente da agência do Banco do Brasil do Município, Cleber da Silva Prestes, e o secretário Municipal de Agricultura, Paulo Maycon Rodrigues.

agraer.ms.gov.br

Comentarios

Más popular

Hasta arriba