Economia

Dólar fecha abaixo de R$ 4,10, de olho em reforma da Previdência

O dólar fechou em queda nesta terça-feira (22), com expectativas positivas do mercado sobre a votação final da proposta da reforma da Previdência no Senado, em meio ainda a um otimismo no exterior sobre a aprovação do acordo do Brexit. A moeda norte-americana caiu 1,33%, a R$ 4,0755. Na semana e no mês, o dólar acumula queda de 1,05?,92%, respectivamente. No ano, porém, há alta de 5,2%.

Cenário local

A queda da moeda norte-americana ganhou força depois que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou um parecer do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) favorável à reforma da Previdência, abrindo caminho para votar ainda nesta terça-feira em plenário da Casa o segundo turno da proposta, destaca a Reuters.

«Nós temos um viés de queda, e esse viés de queda se deve principalmente a uma melhora no ambiente local», afirmou Ricardo Gomes da Silva, superintendente da Correparti Corretora, à Reuters. Em entrevista após a aprovação na CCJ, Tasso afirmou que a proposta tem 99?chances de ser aprovada em segundo turno no plenário.

Também nesta terça, o Banco Central não vendeu nenhum contrato de swap cambial reverso, de oferta de 10.500, e nem dólar à vista, de oferta de até US$ 525 milhões de reais. Com isso, a autarquia vendeu todos os 10.500 contratos de swap cambial tradicional ofertados na sessão, em leilão de rolagem do vencimento dezembro de 2019.

Cenário externo

No cenário externo, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, enfrentará duas votações cruciais no Parlamento britânico nesta terça-feira, com os mercados esperançosos de que seu acordo do Brexit será aprovado.

Fonte: Fiems

Más popular

Hasta arriba